Pages

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Quero fazer uma pergunta para vocês meninas!

"Eu não quero ter medo, Eu quero acordar sentindo bonita, hoje." - Demi Lovato


Oi flores, como vocês ? Ando sumida, eu sei, mas andei tendo muito problemas comigo mesma e com a família. Quero fazer uma pergunta pra vocês, e preciso que me respondam por favor. Mas antes vou falar um pouquinho.
Agora acho que vou emagrecer. Agora minha meta é emagrecer sem miar. Quero conseguir me alimentar pouco, mas, de forma que me satisfaça. Sei que na maioria das vezes sou mais calorosa quando posto, sempre me entrego de coração aos meu posts, mas infelizmente isso não vai acontecer hoje. Descobriram meu blog acreditam? Não que minha mãe já não soubesse, sempre soube mais sempre tinha respeitado a minha privacidade. Em fim, confiei de mais numa pessoa e ela me entregou de bandeja. Mas jamais vou abandonar vocês, né flores? Estamos aqui para sair dessa e ficar bem. E agora eu quero ficar bem de uma forma saudável. Sempre lembro da Anna Butterfly, que diz que ela sempre escolhe alimentos saudáveis e que não favoreçam as compulsões, e é isso que estou fazendo agora.
Resolvi fazer uma meta pra minha vida, já que estava achando ela sem sentido algum. Então, ano que vem me formo e quero fazer intercâmbio na Inglaterra, voltar falando inglês e feliz e realizada. Ainda não sei como mas é a minha meta para me manter viva. Eu quero lutar para ficar bem. Gente, estou pensando em fazer um projeto contra o bullying. Apesar de antes não ter esses nome, não significa que não machucava e acaba trazendo muito problemas, se não é momentaneamente, é futuramente. E sei lá quero ajudar as pessoas a não se abalarem com a opinião dos outros. Tem gente que só sente prazer em fazer o outro sofrer.

Mas agora lá vai a grande pergunta que eu ando me fazendo, já me fizeram várias vezes e eu não sei responder. Então vou perguntar para vocês e peço que me respondam, por favor! Vamos lá,

Porque ficar magra é tão importante pra você? 
Porque ter um corpo bonito é tão importante?  

Já me fizeram essa pergunta várias vezes, e eu não sei responder. Queria muito saber da parte de vocês. Se puderem me responder, ficarei muito feliz. Vou entrar no blog de vocês agora. Força pra vocês flores e um abraço.





quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Abri Uma Parte do Meu Coração

Por que as pessoas tem de ser tão más? 

Por que tantas críticas? Tanto julgamento, pra que? Será que elas se esquecem que isso machuca. E mesmo que as feridas fechem, às vezes deixam marcas que podem nunca mais sair. Mas as pessoas se esquecem de tudo isso, e acham engraçado criticar o próximo. Oque ganham com isso? Oque ganham em machucar o próximo? Nada! E é por causa dessas feridas que talvez, carregamos todos esses problemas. Todos esses olhares de condenação, todas essas piadinhas sobre você, faz com que você queira mudar. Mudar talvez para supri aquele vazio que deixaram dentro de você. Anos escutando aquilo tudo calada, e eu realmente achei desde minha infância que suportaria tudo calada. Todas aqueles comentários maldosos sobre o meu peso. Podia até parecer que não machucava,  mas na verdade doía, e muito. Até que chega um dia que você escuta uma pessoa que você ama muito, repetindo todas aquelas coisas horríveis, aquelas piadinhas de gorda, aquelas criticas destrutíveis. Mas me diz, meu corpo, realmente me faz ser uma pessoa ruim? Porque meu coração tá é lá dentro. E depois de escutar aquilo tudo, quando percebi já não comia. Quando comia era enlouquecidamente, e logo depois miava tudo, quando vi já estava num labirinto, em que não encontro saída. Virou obsessão, me pesei a uns dias atrás e perdi 5 quilos, Ao total até agora foram 26, pouco eu sei, mas agora eu quero emagrecer e, não vou desistir. To me sentindo uma baleia nesse instante.
 Acho que as pessoas deveriam pesar dez vezes antes de brincar com o coração dos outros. Agora que pedi ajuda, minha família vive criticando e dizendo que é frescura. Talvez por pura ignorância. Por isso prefiro fingir que não estou escutando.
Tem dias em que não estamos legal para fazer dieta nem nada, nem pra malhar, nem para fingir que estamos bem.  Mesmo que eu queira, não estou conseguindo mais fingir que estou bem. Porque não estou.  Tentei fazer dieta dos 16 quilos em 10 dias. Mas eu não paro de comer, e consequentemente miar. E essa rotina está me cansando. Eu percebo que minha mãe já está perdendo a paciência comigo. E isso tá acabando comigo. Não sei até quando as pessoas vão me aguentar. Não sei. Já sentiu vontade de nem se quer levantar da cama? Então, desse jeito que estou. E eu não quero estar assim, está sendo uma luta pra ir pra escola ou pra qualquer lugar.  Eu não estou me sentindo muito bem pra fazer dieta, estou um pouco fraca. E cansada tanto emocionalmente quando fisicamente.
Cansada dessa sociedade hipócrita, deveriam parar para pensar no mal que fazem ao próximo. Sempre julgando, quem eles acham que são? Deus? Cansei!
Gente obrigada a vocês que sempre estão comigo me dando força. Um abraço.

Não costumo postar vídeo foi só dessa vez. Escutem essa música com a tradução! Sério gente se encaixa perfeitamente, não sei explicar, simplesmente escutem flores, por favor e leiam a tradução, já vem no vídeo. "Eu olho para meu reflexo no espelho, por que estou fazendo isso comigo mesma?"

domingo, 25 de agosto de 2013

Com Medo

Oi princesas. Como vão vocês?
O que fazer no dia seguinte de uma festa em que você comeu de mais ? Tipo, de mais mesmo, brigadeiro, salgadinho, doce, essas porcarias todas. O que fazer? Então, a tonta aqui não resistiu e acabou comendo.
E eu até miei quando deu, mas não saiu quase nada. Aí fui lá e tomei três laxantes, mas três não fazem quase efeito nenhum. E hoje estou desesperada, por que provavelmente já engordei.  Estou tentando fazer um NF hoje, junto com a dieta dos dois quilos em dia.
Sabe gente já contei pra vocês que comecei a fazer terapia por causa da ana e da mia, né? E que minha psicóloga a princípio não me encaminharia para o psiquiatra para tomar anti-depressivos por que ela esperava que houvesse melhora. Só que oque acontece é que, não tem como mentir pra minha psicóloga, então eu sempre chego lá e quando ela me pergunta se eu miei ou usei laxantes, digo a verdade. E isso está deixando ela preocupada, e dessa última vez em que estive lá, ela me disse que já que eu não estou tendo controle sobre mim, ela vai me encaminhar para o psiquiatra. O problema é que: EU NÃO QUERO! Eu não quero ficar dependente de remédios. E nem acho que eu precise. Ela me deu mais uma semana para eu "tentar" me controlar, parar de miar e voltar a comer e parar de tomar laxantes. Só que eu não parei porque se eu como tenho que compensar de alguma forma. Eu não suporto a ideia de engordar, entendem? E agora, oque fazer? Mentir para minha psicóloga?? Se eu contar pra ela vai me encaminhar, e eu não quero isso.
Eu tenho andado tão pra baixo, sabe gente? Por isso não estou entrando tanto, não quero só dar notícias ruins. Mas pelo menos eu estou conseguindo fingir pra maioria das pessoas que estou bem. E está colando, as pessoas chegam e falam que estão me achando bem melhor. Outro dia me bateu uma angustia tão grande, e sempre que isso acontece, acabo me cortando. Mas dessa vez não me cortei. Então pra aquela dor sair de mim, comecei a chorar sozinha dentro do quarto, e eu não conseguia parar, parecia que eu precisava de um abraço, sei lá. Mas não tinha ninguém com quem falar, só minha vó, e eu nunca teria coragem de deixar ela preocupada. Vou ver se consigo seguir com meu NF. Beijinhos para vocês.




terça-feira, 20 de agosto de 2013

Já sentiu aquela sensação de que sempre está incomodando?

Oi meninas! Como vocês vão minhas flores? Esses dias não entrei porque não tive muito tempo, me desculpa. Ontem foi meu aniversário, e  mesmo sem eu querer minha mãe fez um "bolinho" -segundo ela-, só que, esse "bolinho" vinha acompanhado de salgadinhos, doces e cachorros quentes.Claro que a atitude da minha mãe foi linda, afinal ela estava preocupara por quê no dia do meu aniversário, nem do quarto eu saia. Bom, fiquei olhando né? Sem ter coragem se quer de encostar naquelas coisas deliciosas.Acabei provando o bolo. Devo ter engordado uns dois quilos. Mas não miei, não isso.  Mas tipo que sábado vai ter a festa mesmo sabe?! Chamaram a família toda, balões e aquela coisa toda. Mas confesso que estou morta de medo. Afinal, mais comida, como assim? Bom mais vou tentar curtir. No domingo almocei e não foi nada saudável , foram coisas que engordam muito, e logo após ingeri uma quantidade louca de laxantes. Passei muito mal, nunca mais faço isso.
Sabe gente, eu ando com uma sensação no meu peito de que sempre incomodo as pessoas. Sei lá me apego tão rápido as pessoas e acabo criando dependência, quando vejo já preciso sempre. Aí eu percebo que estou incomodando e acabo me afastando de todos. Por isso odeio tanto gostar das pessoas. Sempre acabo machucada, não sei se elas me machucam ou se eu permito ser machucada. E é sempre assim, eu estou bem e feliz sem a pessoa, daí ela vem e começa a ganhar minha amizade e eu vou gostando disso. Parece que quando a pessoa percebe que eu estou gostando, trata logo de dar um jeito de me mandar embora. E isso machuca tanto, sabe? Não falo nem sobre a questão amorosa não. Digo de relacionamentos normais no cotidiano. E quer saber? Mesmo que eu não queira, preciso tomar a decisão de ser fria, para sempre. Não quero especificar sobre o que é. Mas oque acontece é que machucou. Bom mas, fazer oque né?
Vou tentar postar com mais frequência, ah, fui ao endocrino, a médica é muito boa e direta também, perguntou na frente da minha mãe se eu ainda provoco vômito. Oque acham que respondi?  Médico as vezes parece que não tem noção.
Vou passar no blog de vocês, se não for hoje, amanha de manhã.
Beijinhos.

Preciso a voltar a fazer dieta, THISPO:




Nunca vi um trecho de uma música me descrever tão bom nesse momento: 
"Vou me perdendo
Buscando em outros braços seus abraços
Perdido no vazio de outros passos
Do abismo em que você se retirouE me atirou e me deixou aqui sozinho "
_Caetano Veloso

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Desiludida

Olá meninas. Minha vida anda muito monótona, por isso a falta de frequência em postar. Ando muuuuuuito chorona, as compulsões diminuíram um "pouco" - mas ainda acontecem- ando comendo pouco e fazendo o máximo que posso para não miar depois. Tento me obrigar a praticar exercícios, mas é raro dar certo.
Bom, meu aniversário está chegando, essa segunda agora dia 19. E a verdade é que, estava bastante eufórica por causa disso. Os anos passados, eu nunca comemorava, porque na verdade eu não gostava de pedir uma festa, gosto de ganhar, entendem? Sempre sonhei em receber uma festa surpresa, sabe?Sou ridícula né?  Ver o quando você é querida, entendem? Mas percebi que isso nuca vai acontecer rsrs. Então esse ano resolvi que iria fazer uma festa, nada de mais, uma coisa mais em família mesmo, sabe?  Não sou fã de bagunça, sou mais de ficar na minha, com meus poucos amigos, recebendo atenção. Mas o que acontece é que, com a minha mãe sabendo do TA - mesmo eu pedindo pra ela não contar- minha família toda acabou sabendo. E assim, depois disso, todos falam mal de mim. E sei lá, esses dias pra trás descobri oque vivem falando de mim, oque pensam de mim, me acham fresca, ridícula. E sei lá, isso me jogou pra baixo de tal forma que vocês nem imaginam. Sei que não deveria me importar, mas não sei porque isso machuca tanto.
Mas em fim, no dia do meu aniversário com certeza vai haver muita comida e, eu estou tentando colocar na minha cabeça que não vou miar. Já pensaram lembrar do seu aniversário com você miando? A não, pelo menos nesse dia eu quero conseguir ficar bem, ou pelo menos tentar. 
Meu pai veio conversar comigo ontem, confesso que já esperava que ele nem aparecesse. Acho que quando minha mãe falou pra ele que eu não estava comendo, ficou com medo de que eu morresse, e ai o passado pesou na consciência, toda sua ausência. Em fim, chegou aqui com presente adiantado pelo meu aniversário - milagre, ele nunca me deu nada na minha vida toda- e um cartão também. Quando ele chegou nem fui recebe-lo porque tava muito chateada com ele, mas eu nem consegui brigar com ele, porque a boba aqui só sabe ser legal com as pessoas apesar de tudo.  Mas eu já estou esperando a hora que ele vai ir embora de novo, me colocar como segunda opção, como sempre acontece. Acho que nem me importo mais com a presença dele. Eu ultimamento estou tentando não me animar com nada, não espero nada de bom de ninguém, de amigos, de família, de ninguém, porque isso machuca muito. Cansei de mendigar migalhas de amor, cansei de implorar para se amada e querida. Deixa que a vida segue seu curso.
 Eu tinha muito mais coisas pra escrever, acabou que o post ficou bagunçado, mas acredito que deu pra entender mais ou menos. Entendam, minha cabeça tá muito pior.Mesmo muito triste, ultimamento estou me concentrando no meu violão pra ver se distraio um pouco. E é isso.




P.S.:  Obrigada pela força de vocês no ultimo post, me ajudam muito sempre, e vou sempre estar ajudando vocês também. Muito obrigada.
Abraços.







segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Preciso Desabafar

Oi princesas. O que eu vou escrever aqui é muito chato, e desde de já, peço desculpas a vocês. A verdade é que  tô péssima. Nunca me vi tão sozinha na minha vida. E o mais triste é perceber que sempre estive assim. E talvez vai ser sempre assim. Não vejo mais sentido na minha vida, eu não queria falar isso mas, as vezes não vejo nenhuma razão pra viver. Tudo que eu sei fazer é deixar as pessoas tristes, e isso me esforçando ao máximo para faze-las felizes.  Olho pra dentro de mim e não consigo me ver feliz. Não consigo ver nada de bom, é uma escuridão que chega a me dar medo. Estou com medo de viver.
Eu prometi pra mim mesma que não choraria nunca mais na frente de ninguém. E acabei chorando na escola. Não queria que ninguém me visse daquele jeito, acabei mostrando o quanto sou fraca. Não tenho amigos para desabafar e contar o que houve, não me abro com mais ninguém ( a não ser vocês aqui do blog) por mais que a vontade seja muita, sinto sempre que estou incomodando. E isso acaba me deixando péssima.
Nunca assumi isso pra ninguém, acho que nem pra mim mesma. Apesar de todos esses anos ainda sinto falta do meu pai, não gosto disso, na verdade eu odeio isso. Junto com o sentimento de tristeza vem um sentimento de raiva tão grande. Desde de criança me sinto rejeitada por todos, e parece que o percurso da vida será sempre assim. E a culpa disso tudo é dele. É culpado por isso e muito mais que nem vale a pena falar aqui.
Essa tristeza toda dentro de mim acaba refletindo nos meus estudos, na minha vida social, em tudo. E principalmente na comida. É onde eu acho refúgio, na ana e na mia, me cortando. Parece que ela tampa aquele vazio dentro de mim, e a dor na minha pele faz parecer muito menor a dor no meu coração. Eu como como e como, e depois que comi jogo fora toda aquela comida e junto com ela todo meu conflito interior. Me sinto tão ridícula por me sentir assim. Não me sinto digna de viver. Hoje minha amiga me perguntou assim " Já pensou se um dia você vai se cortar e acaba cortando uma veia" Meu objetivo não é ir tão longe, mas confesso que se for, não ligo. Só faço merda mesmo.  Fiquei tão triste esses dias pra traz que nem comi nada, e esse período de restrição, me levou a uma enorme compulsão.Acho que engordei esses dias pra trás. Acho que posso  até emagrecer mas a verdade é que serei uma eterna gorda!

< Me desculpem por esse post, é que eu precisava pelo menos colocar pra fora metade do que eu estou sentindo. Não consigo falar abertamente sobre meus problemas, nem sobre oque eu sinto. Nem sei se um dia vou. Mas a vida é cheia de alto e baixos. Parece que a minha vida tem mais baixos que altos. Desculpem essa depressão.

Um abraço.


sábado, 10 de agosto de 2013

Força de Vontade

E muita determinação

Ola´meninas! Como vocês estão? Hoje parei pra pensar e percebi que a nossa felicidade, não depende de  ninguém além de nós. Percebi também que não tem como fazer ninguém feliz enquanto formos infelizes. Nada de novo. Nada que alguém não saiba. Mas é uma coisa que eu tenho muita dificuldade de aceitar. Uma palavrinha errada de alguém e já estraga o meu dia. Eu acho que eu dou muita importância ao que as pessoas pensam de mim. E ainda aumento isso dentro de mim. E sinceramente, não quero mais isso!
Uma pessoa me deu um "chacoalhão" e a principio machucou. Mas depois eu percebi que a pessoa tinha toda a razão. Se eu realmente quero melhorar, não adianta eu ficar parada, continuando com essa minha. rotina Comendo e miando(..). Não, eu tenho que dar uma basta. Que não é fácil, nós todas já sabemos. É muito difícil, complicado, envolve várias outras coisas que nos levaram a isso. Mas mesmo assim, para o nosso próprio bem, temos que tentar melhorar. Sabe gente, eu já não lembro mais qual a sensação de comer sem culpa. Logo em seguida sempre compenso de alguma forma. Eu estou com acompanhamento médico, mas se eu continuar nessa comodidade que estou, acho que serei ana e mia pra sempre.E não sei se irei aguentar assim, é muito massacrante. Vocês aqui do blog me dão tanta força! Me ajudam tanto, me apoiam tanto. Sempre me dizendo que eu vou sair dessa. E isso nossa, é muito importante pra mim. Além de algumas outras pessoas que estão sempre me ajudando. E isso já é um motivo pra tentar sair dessa rotina, dessa depressão.
Resolvi a partir de hoje, escutar a opinião apenas de quem me quer bem. O resto pra mim, é a mesma coisa que nada. Força de vontade é a palavra pra sair dessa. Muita força de vontade. Obrigada meninas pelo apoio de vocês, espero também que vocês também fiquem bem. Obrigada por seus comentários. Um abraço.
P.S: Não é uma despedida, não vou largar minhas metas de lado, não vou desistir de emagrecer!



quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Relativamente Bem

Oi gente, como estão ? Hoje consegui passar o dia inteiro sem comer nada. Na escola cabei não almoçando ( só almoço em casa porque me obrigam) não lanchei, não tomei café. Sabe gente, quanto menos como,menos vontade de comer eu tenho, como eu já disse pra vocês eu quero me curar. Mas nem comer tô conseguindo , triste né? Como eu faço? tento comer saudável mas a comida me acusa de gorda sempre.  Me olho no espelho todos os dias e me vejo mais gorda cada vez mais. Minha barriga me acusando de ter comido. E as compulsões ansiosas esperando pra acontecer. Pra mia novamente entrar em ação. Gente quem tem mia sabe que é uma rotina muito cansativa. Quero me livrar disso. Ah gente, obrigada pelos comentários nos posts anterior. Vocês me dão tanta força. Vou estar sempre aqui pro que vocês precisarem. Juntas iremos adquirir o autocontrole. Não tenho muito oque falar hoje, tô muito sem sal. Desculpem. Obrigada de novo. Beijos.
THISPO:


terça-feira, 6 de agosto de 2013

Autocontrole

Autocontrole é o que estou buscando

Oi meninas, como estão? Hoje parei pra pensar no que realmente precisamos. E a palavra mas próxima que achei foi " autocontrole". O que pra mim é  extremamente difícil, na maioria das vezes não consigo controlar meus impulsos. E é muito chato quando você percebe que já perdeu as rédias da situação. Já procurei saber sobre todas as formas possíveis de emagrecer de maneira saudável. E mesmo que eu saiba que preciso comer minha cabeça não aceita. Meu estômago parece estar sempre cheio. Ai como um pouquinho, tento me segurar, conto até 10, mas segundos depois já estou no banheiro. Enlouquecida pra arrancar aquela comida de dentro de mim. Sabem como é? Isso quando não acontece assim,  sinto aquele vazio imenso, como igual a uma louca desvairada. e me sinto sem opções. A não ser ir miar. Onde se acha esse bendito autocontrole? Pra mim é a mesma coisa de dizer " Onde se encontra a felicidade? " parece que são perguntas que não tem respostas. HOJE MINHA DIETA foi um desastre porque queria fazer um NF, mas cabei não resistindo e comi. Tava com estômago doendo. E fui fraca. Tonta que sou né? O Total do meu dia se resume em mais ou menos umas 250 calorias, comi só duas vezes mas, não devia ter comido. Parece que sem ajuda eu não consigo, mas eu preciso conseguir. Mas vou dar a volta por cima. Li uma dica pra matar a vontade de comer que é mastigar e cuspir. Você senti o gosto mas não engorda nem precisa miar, Será que dá certo??? Bom é isso. Não postei ontem, e sinto muita falta do comentário de vocês, vocês não sabem o quanto sou carente kkkk. Um abraço meninas. 
Eu ainda vou ter um corpo perfeito



domingo, 4 de agosto de 2013

QUERO ESQUECER QUE COMIDA EXISTE!



Oi meninas, como vão vocês, flores? . Desculpa a falta de frequência em postar.
Eu queria tanto esquecer a comida. Esquecer quão bom é seu gosto. Em vez de lembrar disso eu deveria lembrar o quanto irei engordar ao come-la. Mas isso não acontece. Como posso ser tão gulosa e comer tanto?  Eu quero me curar do meu TA. Depois que comecei a buscar solução pra isso. Comecei a comer pouquinho, comia salada, comia pouco bem pouco. E mesmo assim me sentindo mal, queria colocar tudo isso pra fora de mim. É como se eu não vomitasse só a comida mas meu conflito interior, que não sei explicar oque é.  O tempo tá passando, e algumas pessoas que sabem do meu TA -como contei no primeiro post- começam a expor pra mim a realidade e me dizer que eu tenho que comer e agradecer pelo que eu como, pois tem gente que nem tem oque comer.Verdade, eles tem toda a razão.  E isso vai pesando na minha cabeça. Então vem os jantares em família, as comemorações. E a gorda aqui acaba comendo ( o tempo todo com aquela maldita culpa na cabeça) . E depois de comer oque ela faz? Fica desesperada pra tirar tudo aquilo dela. E se pergunta "porque eu comi? Eu não precisava daquilo." Acaba miando tudo, mesmo com sua família em cima ela sempre da um jeito. E quando não dá oque acontece? Ela começa a chorar, tem vontade de se punir, se cortar,  porque tem muito medo de engordar e mais do que ninguém não aceita-la. Ela não se aceitar.

Gente isso é tão triste. Esse distúrbio é um monstro. Acabou me jogando numa depressão tremenda, que eu estou lutando pra sair e (eu vou conseguir se Deus quiser). Não me deixa comer normalmente sem que, a culpa me rodeie. Não consigo fazer exercícios, pois não sinto vontade se quer de sair de casa. Acabo tomando laxantes de mais. Meu peso sempre me perseguindo desde de a minha infância. Uma infância confusa, sem saber explicar o porque desse medo.
Sério, criei esse blog mas não desejo que ninguém entre nessa de comer e vomitar ou de parar de comer. É muito ruim . É muito ruim que minha cabeça não aceite que de uma forma saudável é possível emagrecer. Por que pra mim não é. Eu dizia que quando eu perdesse uns 17 quilos pararia com isso. Mas não dá, ao mesmo tempo que a comida me traz um êxtase maravilhoso. Ela me prende me faz mal. Como pode?
Desculpa gente esse post desse tamanho mas nem se compara com a confusão que se formou dentro de mim. Obrigada pelo apoio de vocês sempre, vocês me ajudam tanto que  nem sabem! Um abraço