Pages

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Angustiada :(

Oie. Então, parei pra pensar na vida, pensar o que eu quero fazer dela, as suas coisas boas que ela me oferece. Parei pra pensar qual meu maior objetivo, oque mais me faria feliz no momento. E sabe oque eu encontrei? Nada!
Percebi que mesmo pisando em ovos para não magoar as pessoas, não dá certo. Parece que eu sempre afasto as pessoas de mim. É como se me sufocassem. Acabo machucando até as pessoas que eu amo. E com isso acabo me machucando dez vezes mais. Não é egoismo não. As pessoas podem pensar " Até quando pensa nas pessoas, pensa em você" Não é isso. Ou talvez seja. Sei lá.
Oque acontece é que eu tô muito mal comigo mesma. Esses dias que minha mãe "descobriu" que tenho TA agente brigou muito e isso acabou comigo. Porque na cabeça dela, a culpa é toda dela porque não soube me criar por que ela e meu pai se divorciaram quando eu era pequena. Mas a culpa não é dela. Mesmo a gente brigando, não tem como não ama-la. Minha prima veio falar hoje comigo que eu deveria valorizar minha mãe mais. E reconhecer que ela é uma mulher muito boa. Eu nunca disse o contrário. Nunca!
Agora eu tô péssima, angustiada. Acho que eu só faço merda na vida. Mesmo a gente brigando, ver minha mãe triste me corta o coração. Eu tive dois ataques de compulsão hoje. O último foi com pizza. Miei tudinho. Eu não gosto de miar. Sei que faz mal a saúde mas é uma coisa incontrolável. Eu não posso ficar com toda aquela gordura dentro de mim. Além do meu estomago doer. Eu sei que se não miar eu vou engordar. Quando me sinto mal eu me corto. Mas não quero fazer isso. Talvez se eu me cortasse essa dor que tá aqui dentro do meu coração, passasse. Talvez as lágrimas parariam de descer.
Como eu posso fazer tudo tão errado, hein? Eu me sinto idiota, patética. Nem sei mais oque dizer. Só precisava escrever um pouco. Desabafar.


11 comentários:

  1. Olá meu anjo!
    Ah, não se sinta assim não...
    Sabe, entendo mais ou menos o que você sente. Quando meu namorado soube que eu tinha bulimia, me falou muuuitas coisas mesmo, coisas ruins, e também falou um monte sobre o modo como eu tratava minha mãe... Disse que eu era uma filha ruim, e coisas desse tipo. Quando você citou sua prima no post, no mesmo instante me lembrei disso que aconteceu comigo.
    Uma coisa eu te digo: não se sinta culpada.
    De fato o TA machuca quem está ao nosso redor, mas isso não é nossa culpa, nós também sofremos com ele, e acredite, parece que todo mundo se esquece disso!
    Flor, muitas vezes eu me sinto um lixo, por acreditar que não faço nada bom e que só sei ferir as pessoas que me amam e que eu amo. Mas o fato é que não é assim, e não podemos ser tão duras conosco mesmas.
    Fico triste por você estar sentindo tudo isso, afinal, sei exatamente como é.
    Só posso desejar sinceramente que a culpa, a tristeza e a angústia te deixem em paz. Nesses momentos a gente nunca pensa nisso, mas lembre-se por mais que seus pensamentos e sentimentos te digam o contrário, o fato é que você não faz tudo errado, pode estar certa disso! Não se culpe tanto, certo?
    Haha, eu escrevendo outro comentário gigante kk
    Enfim, força pra você ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pela força, de coração. Bjs

      Excluir
  2. As limitações e adversidades que a vida impõem nas nossas vidas machucam muito né? Principalmente quando são coisas que não partem de nós mesmos e não podemos controlar, como o que o outro sente, o que o outro pensa em relação á nós. Só te peço para ter força, para suportar toda essa angústia. Todo dia, bom ou ruim, sempre terminará, e amanhã sempre será um novo dia! Se abasteça de esperança, só assim você criará novas perspectivas.
    Força Bela, não quero mais te ver triste assim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro a forma que você escreve. Me anima muito. Vou tentar ter força sim, mesmo as vezes sentindo vontade de me matar. Vou tentar ser forte. Um abraço e muito obrigada de coração.

      Excluir
  3. p.s: respondendo a tua pergunta, mio sempre após as refeições, vez ou outra não dá, quando não estou em casa, quando tem gente por perto, tenho comido pouco, mas a consciência tem pesado muito e acabo miando. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sinto vontade de miar apos todas as refeições, mas com minha mãe em cima não tá dando, e isso me deixa péssima. Mas fazer oque né? rsrs. Bjs

      Excluir
  4. Não se corte, linda. O alívio é passageiro. Já passei por isso, foi muito estressante. E estou cheia de cicatrizes, que todo mundo olha e pergunta o que é... Tens uns meses que parei, mas ainda tenho vontade, mas tento me controlar também. Fica cala, tenta se distrair, ler, ver filme, eu sei que é difícil... Tenta conversar com uma amiga, distrações ajudam! :)

    E sobre a mia, também não gosto de miar, porque faz mal... Tipo quando tiver compulsões, tente compensar com chás ou exercícios (nem que você coloque uma música alta e fique pulando..).

    Bom, te desejo força, viu??
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É eu também sou cheia de marcas e todo mundo fica olhando é tenso. Obrigada pela força de coração. Bjs!

      Excluir
  5. Aqui e seu cantinho desabafe sempre q quiser.
    Estou contigo força.

    ResponderExcluir
  6. Muito obrigada pela força de coração. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Linda espero que essa angustia acabe,
    Não se cobre tanto, nunca vamos agradar a todos e da forma que eles querem...
    O segredo com as mães, pelo menos com a minha, é tolerar é tentar entender o lado dela, ficar o máximo presente possível e principalmente ouvir mais mesmo que você não coloque nada do que ela falou em prática rs
    Meu relacionamento com a minha mãe melhorou muito depois que começamos a tomar café da manhã juntas todos os dias sem ela pedir. Eu sento na mesa e pergunto sobre ela e deixo que ela fale tudo principalmente de mim não retruco nada mesmo que não concorde...

    boa sorte!
    beijos

    ResponderExcluir